Envie seu recado para a Sucesso FM


Pea sua Msica na Sucesso FM


Madrugada Da 96 com Play List das 01:00 at 05:00
Twitter Youtube Facebook
Rdio Sucesso FM
30/03/2017

Informe da Sespa registra queda no número de casos de dengue

Oriximiná não aparece na lista dos municípios com casos confirmados da doença

   

Dados do quarto Informe Epidemiológico de 2017 emitido pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), por meio da Coordenação Estadual de Vigilância em Saúde, apontam queda de 66% nos casos de dengue no Pará em relação ao mesmo período do ano passado. Os novos números foram divulgados nesta terça-feira, 28. Até o dia 22 de março, o informe aponta o registro de 1.067 casos de dengue, 83 de zika e 1.073 de febre chikungunya no Estado.

 

Em todo o Estado, não houve registro de mortes por dengue e zika este ano e nem em 2016, mas a Sespa orienta que as Secretarias Municipais de Saúde informem no período de 24 horas a ocorrência de casos graves e mortes suspeitas. A execução de ações contra as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti é de competência dos municípios, que devem cumprir metas, entre as quais se recomenda a estabilidade de agentes de controle de endemias capacitados para fazer visitas domiciliares.

 

Mobilização – Paralelamente, a Sespa faz o monitoramento dos 144 municípios que receberam o incentivo do Ministério da Saúde para vigilância, prevenção e controle da dengue, e distribui às prefeituras inseticidas (larvicidas e adulticidas) para o controle. Equipes da secretaria estadual também fazem visitas técnicas aos municípios para assessoramento das ações do programa da dengue, além de apoiar capacitação sobre as doenças causadas pelo Aedes aegypti.

 

Quando há necessidade, a Sespa também faz o controle vetorial, como bloqueio de transmissão viral nas localidades, e articula ações com órgãos municipais de saneamento e limpeza urbana, tendo em vista a melhoria da coleta e destinação adequada de resíduos sólidos. Também fazem parte das ações atividades de educação e mobilização, visando a participação da população no controle da dengue.

 

Segundo o informe epidemiológico emitido pelo Programa de Controle de Endemias da Sespa, não existe tratamento específico para dengue, chikungunya e zika vírus. O tratamento é sintomático e baseia-se em hidratação adequada, levando em consideração o estadiamento da doença, segundo os sinais e sintomas apresentados pelo paciente, para decidir condutas, bem como o reconhecimento precoce dos sinais de alarme. É importante que os profissionais de saúde, sobretudo, os médicos, reconheçam precocemente os sinais de hemorragia para a correção rápida com infusão de fluídos, bem como a lista de medicamentos contraindicada em casos de suspeitos de dengue.

 

Da Agência Pará


   

OUTRAS NOTÍCIAS

Envie seu recado para a Sucesso FM
Peça sua Música na Sucesso FM
Madrugada Da 96  com Play List
NO AR

Madrugada Da 96

Play List

Rádio Sucesso FM

ENDEREÇO

Rua Alciole Ramos, N° 2188
Bairro: Santíssimo Sacramento, Oriximiná- PA
CEP: 68.270-000

TELEFONES

(93)3544-4096 (do ouvinte)
(93)3544-2165 (Comercial)